São mais de 5 mil exoplanetas já confirmados! - Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante
Curiosidades Universo

São mais de 5 mil exoplanetas já confirmados!

mountains ge50b1cade 1920

A contagem de exoplanetas confirmados passou da marca de 5.000, representando uma jornada de 30 anos de descoberta liderada pelos telescópios espaciais da NASA.

Já 5.000 exoplanetas!

Por NASA Pat Brennan / Edição: Tony Greicius

Traduzido por Mídia Interessante

 

Não muito tempo atrás, vivíamos em um universo com apenas um pequeno número de planetas conhecidos, todos eles orbitando nosso Sol. Mas uma nova série de descobertas marca um ponto alto científico: mais de 5.000 planetas estão confirmados para existir além do nosso sistema solar.

O odômetro planetário virou em 21 de março, com o último lote de 65 exoplanetas – planetas fora de nossa família solar imediata – adicionados ao Arquivo de Exoplanetas da NASA. O arquivo registra descobertas de exoplanetas que aparecem em artigos científicos revisados ​​por pares e que foram confirmados usando vários métodos de detecção ou por técnicas analíticas.

Os mais de 5.000 planetas encontrados até agora incluem mundos pequenos e rochosos como a Terra, gigantes gasosos muitas vezes maiores que Júpiter e “Júpiteres quentes” em órbitas extremamente próximas em torno de suas estrelas. Existem “super-Terras”, que são possíveis mundos rochosos maiores que o nosso, e “mini-Netunos”, versões menores do Netuno do nosso sistema. Adicione à mistura planetas orbitando duas estrelas ao mesmo tempo e planetas obstinadamente orbitando os restos colapsados ​​de estrelas mortas.

Os astrônomos já confirmaram mais de 5.000 exoplanetas, ou planetas além do nosso sistema solar. Isso é apenas uma fração das prováveis ​​centenas de bilhões em nossa galáxia. Os cones da descoberta de exoplanetas irradiam do planeta Terra, como os raios de uma roda. Muitas outras descobertas aguardam.
Créditos: NASA/JPL-Caltech

“Não é apenas um número”, disse Jessie Christiansen, líder científico do arquivo e cientista de pesquisa do Instituto de Ciências Exoplanetárias da NASA no Caltech em Pasadena. “Cada um deles é um mundo novo, um planeta totalmente novo. Fico animado com cada um porque não sabemos nada sobre eles.”

Nós sabemos disso: nossa galáxia provavelmente contém centenas de bilhões desses planetas. A batida constante da descoberta começou em 1992 com estranhos novos mundos orbitando uma estrela ainda mais estranha. Era um tipo de estrela de nêutrons conhecida como pulsar, um cadáver estelar girando rapidamente que pulsa com rajadas de milissegundos de radiação abrasadora. Medir pequenas mudanças no tempo dos pulsos permitiu aos cientistas revelar planetas em órbita ao redor do pulsar.

exoplaneta Tá mas o que é um exoplaneta - São mais de 5 mil exoplanetas já confirmados!

Encontrar apenas três planetas em torno desta estrela giratória essencialmente abriu as comportas, disse Alexander Wolszczan, o principal autor do artigo que, há 30 anos, revelou os primeiros planetas a serem confirmados fora do nosso sistema solar.

“Se você pode encontrar planetas ao redor de uma estrela de nêutrons, os planetas devem estar basicamente em todos os lugares”, disse Wolszczan. “O processo de produção do planeta tem que ser muito robusto.”

Wolszczan, que ainda procura exoplanetas como professor na Penn State, diz que estamos abrindo uma era de descobertas que irá além de simplesmente adicionar novos planetas à lista. O Transiting Exoplanet Survey Satellite ( TESS ), lançado em 2018, continua a fazer novas descobertas de exoplanetas. Mas em breve os poderosos telescópios de próxima geração e seus instrumentos altamente sensíveis, começando com o recém-lançado Telescópio Espacial James Webb , capturarão a luz das atmosferas dos exoplanetas, lendo quais gases estão presentes para identificar potencialmente sinais indicadores de condições habitáveis.

O Telescópio Espacial Romano Nancy Grace, com lançamento previsto para 2027, fará novas descobertas de exoplanetas usando uma variedade de métodos. A missão ARIEL da ESA (Agência Espacial Européia), com lançamento em 2029, observará atmosferas de exoplanetas; um pedaço de tecnologia da NASA a bordo, chamado CASE, ajudará a se concentrar em nuvens e neblinas de exoplanetas.

“Na minha opinião, é inevitável que encontremos algum tipo de vida em algum lugar – provavelmente de algum tipo primitivo”, disse Wolszczan. A estreita conexão entre a química da vida na Terra e a química encontrada em todo o universo, bem como a detecção de moléculas orgânicas generalizadas, sugere que a detecção da própria vida é apenas uma questão de tempo, acrescentou.

Como encontrar outros mundos

A imagem nem sempre parecia tão brilhante. O primeiro planeta detectado em torno de uma estrela parecida com o Sol, em 1995, acabou sendo um Júpiter quente: um gigante gasoso com cerca de metade da massa do nosso próprio Júpiter em uma órbita extremamente próxima de quatro dias em torno de sua estrela. Um ano neste planeta, em outras palavras, dura apenas quatro dias.

Mais desses planetas apareceram nos dados de telescópios terrestres quando os astrônomos aprenderam a reconhecê-los – primeiro dezenas, depois centenas. Eles foram encontrados usando o método “wobble”: rastreando leves movimentos de vai e vem de uma estrela, causados ​​por puxões gravitacionais de planetas em órbita. Mas ainda assim, nada parecia ser habitável.

Encontrar mundos pequenos e rochosos mais parecidos com o nosso exigiu o próximo grande salto na tecnologia de caça a exoplanetas: o método de “trânsito”. O astrônomo William Borucki teve a ideia de conectar detectores de luz extremamente sensíveis a um telescópio e depois lançá-lo no espaço. O telescópio olharia por anos para um campo de mais de 170.000 estrelas, procurando por pequenas quedas na luz das estrelas quando um planeta cruzasse a face de uma estrela.

Essa ideia foi realizada no Telescópio Espacial Kepler.

Borucki, investigador principal da missão Kepler, agora aposentada, diz que seu lançamento em 2009 abriu uma nova janela para o universo.

“Tenho uma verdadeira sensação de satisfação e realmente de admiração pelo que está por aí”, disse ele. “Nenhum de nós esperava essa enorme variedade de sistemas planetários e estrelas. É simplesmente incrível.”

e3 exoplanet infographic 1600 - São mais de 5 mil exoplanetas já confirmados!
Os mais de 5.000 exoplanetas confirmados em nossa galáxia até agora incluem uma variedade de tipos – alguns semelhantes a planetas em nosso sistema solar, outros muito diferentes. Entre eles está uma variedade misteriosa conhecida como “super-Terras” porque são maiores que o nosso mundo e possivelmente rochosas.
Créditos: NASA/JPL-Caltech

 

TESS descobre um Exoplaneta que poderia ser até mesmo habitável

LEIA TAMBÉM  NASA: Burado na Camada de Ozônio é o menor já registrado desde a sua descoberta
LEIA TAMBÉM  20 estranhos planetas que são interessantes e aterrorizantes

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Maiores Cross-overs do Entretenimento! Delivery no Espaço! Brasileiro rumo ao Espaço! Melhores do Xadrez brasileiro! Jogadas possíveis do Xadrez Curiosidade sobre o Twitter Menor temperatura registrada na Terra Incrível! Perseverance captura em vídeo Eclipse entre Marte e Fobos Novela Pantanal buscará o Emmy Internacional para a Rede Globo Saiba qual boneco deu origem o Júlio do Cocoricó! Cadê o Léo?