Filmar um ET de verdade - E se alguém filmasse um ET de verdade?
Cotidiano Curiosidades

E se alguém filmasse um ET de verdade?

abdução - E se alguém filmasse um ET de verdade?
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Filmar um ET de verdade – O tema Extra-Terrestre é um grande desafio para nós seres humanos, desde os primórdios da humanidade sempre nos perguntamos se somos únicos no Universo. No cinema, folhetins retratam nosso contato como pessoas de outro mundo como E.T. the Extra-Terrestrial, um filme americano de ficção científica de 1982 produzido e dirigido por Steven Spielberg. Close Encounters, em Portugal pelo nome de Encontros Imediatos de Terceiro Grau e no Brasil Contatos Imediatos de Terceiro Grau, é um filme americano de 1977 escrito e dirigido também Steven Spielberg e assim por inúmeros outros.

Mas a grande questão é.: Se conseguíssemos filmar ou fotografar um ET. Alguém acreditaria? Veja só, não estou a falar em ver, e sim provas.

Acreditamos que não, infelizmente hoje com todo o grande volume midiático que temos em nossas mãos o nosso celulares e câmeras por todos os lugares possíveis. Há uma grande lacuna entre a veracidade e o fake.

stranger things 2 capa netflix - E se alguém filmasse um ET de verdade?

STRANGER THINGS – Crianças olham algo estranho no ar. No entanto, ninguém pega um celular para filmar. Saiba o motivo link

O tal do “Fake”

Atualmente somos bombardeados de Fake (“falso” em inglês) é um termo usado para denominar contas ou perfis usados na Internet para ocultar a identidade real de um usuário, para proteger-se de spams, ou simplesmente passar o tempo. Para isso, são usadas identidades de famosos, cantores, personagens de filme ou até mesmo outras pessoas anônimas.

Hoje em dia, é muito fácil conseguirmos editar vídeos e mesmo que você filmasse algo extraordinário, infelizmente se vídeo iria ser tratado como fictícios.

 

Casos mais conhecidos

No mundo, temos alguns casos bastante relevantes que nunca foram confirmado, o caso principal, é o Caso Roswell, ou Incidente em Roswell, é um dos casos mais famosos da ufologia mundial, diz respeito a uma série de acontecimentos ocorridos em julho de 1947 na localidade de Roswell, no estado do Novo México, nos Estados Unidos, onde um objeto voador não identificado (ou OVNI) teria caído.

Até hoje existe pessoas que afirmam que ET’s e Disco Voadores foram aprisionados na Área 51 para estudos e tecnologia reversa.

No Brasil os dois maiores casos, é o de Varginha e Operação Prato, além de cerca de 777, Só em território brasileiro, Ocorrências estas, tidas como alta possibilidade relevante. 

Operação Prato fez 40 anos e com ele Brasil possui 777 ocorrências de OVNIS

 

Entenda a Classificação de Hynek 

Com informações do Wikipédia

 

Josef Allen Hynek (1 de maio de 1910 – 27 de abril de 1986) foi um astrônomo, professor e ufólogo estado-unidense. É lembrado por suas investigações sobre OVNIs: Hynek interveio como assessor científico em três estudos ufológicos do Projeto Livro Azul (1952-1969); posteriormente, durante décadas se dedicou a prosseguir com a investigação em ufologia por sua conta. Seu trabalho buscava a procura de indícios físicos sobre eventuais avistamentos.

Encontro imediato ou contato imediato é um evento em que uma ou mais pessoas percebe a presença de um OVNI e, ocasionalmente, seus hipotéticos ocupantes. O sistema de classificação desses encontros mais amplamente aceito foi elaborado por Hynek e apresentado em seu livro The UFO experience: A scientific enquiry, publicado em 1972.

Em 1977 participou como assessor no filme de Steven Spielberg Close Encounters of the Third Kind (Contatos Imediatos do Terceiro Grau). O título do filme é uma clara referência a seu sistema de classificação.

Contato de Zero grau

  • luzes misteriosas
  • grandes distâncias sem percepção de geometria

Contato de Primeiro grau

O avistamento de um ou mais objetos voadores não identificados:

  • discos voadores;
  • objetos voadores não identificáveis como feitos pelo homem.

Contato de Segundo grau

Observação de um OVNI associada a outras percepções:

  • calor ou radiação;
  • danos ao terreno;
  • círculos nas plantações;
  • paralisia (catalepsia);
  • animais assustados;
  • interferência no funcionamento de máquinas;
  • perda de memória associada ao encontro com o OVNI.

Contato Imediato de Terceiro grau

A partir do terceiro já atuamos em imediato. É a observação que Hynek teve que criar, pelo fato de que pessoas afirmaram categoricamente o contato imediato existiu.

  • uma entidade é observada apenas dentro do OVNI;
  • uma entidade é observada dentro e fora do OVNI;
  • uma entidade é observada próxima ao OVNI, mas nem entrando nem saindo dele;
  • uma entidade é observada e nenhum OVNI é avistado, mas atividades de OVNIs são relatadas na mesma área e momento;
  • uma entidade é observada e nenhum OVNI é avistado, e nenhuma atividade OVNI é relatada naquela área naquele momento;
  • nenhuma entidade ou OVNI é observada, mas o alvo experimenta alguma forma de “comunicação inteligente”.

Contato Imediato de Quarto grau

Um ser humano é abduzido por um OVNI ou seus ocupantes. Jacques Vallée, que trabalhou com Josef Allen Hynek, argumentou que um encontro do quarto grau deveria ser descrito como um caso onde “o observador passa por uma experiência de transformação de seu senso de realidade”, de modo a incluir casos de não-abdução taxados de simples alucinação ou sonho.

Contato Imediato de Quinto grau

Descrita por Steven M. Greer, engloba encontros onde há comunicação bilateral, espontânea, voluntária e proativa entre o observador e inteligência extraterrestre. A definição é similar aos relatos da década de 1950, onde pessoas afirmaram manter uma comunicação regular com alienígenas benevolentes.

A natureza desta comunicação bilateral e deliberada é geralmente tida como (mas não necessariamente deve ser) telepática. O alvo geralmente diz não ter quaisquer super habilidades psíquicas prévias. Ao contrário da crença geral, nem todos os alvos identificam a fonte como sendo de origem extraterrestre, mas simplesmente de um mundo diferente do nosso.

  • Olhar nos olhos,
  • Contato de saudação, tentativa de comunicação, emissão ou recepção de som,
  • Toque
  • Percepção de existência de ambas as partes
  • Abdução

Contato Imediato de Sexto grau

O ufólogo Michael Naisbitt propõe que o cenário do encontro de sexto grau existe quando um incidente com um OVNI provoca diretamente ferimentos ou a morte. Esta categoria tem sido considerada redundante, uma vez que a escala original de Hynek descreve o segundo grau como um encontro que deixa uma evidência física de qualquer tipo.

Contato Imediato de Sétimo e Último grau

O Black Vault Encyclopedia Project propõe um encontro de sétimo grau como sendo um acasalamento entre um ser humano e um ser extraterreste (ver Caso Vilas-Boas), produzindo um ser híbrido, ou experimentos, ou talvez até a morte. O conceito é similar ao proposto pela teoria dos astronautas antigos como Erich von Däniken, Zecharia Sitchin e Robert K. G. Temple, onde extraterrestes interagiram e possivelmente influenciaram seres humanos no passado.

O conceito deste sétimo grau não combina com os conceitos originais de Hynek, que especificamente evitou descrever os ocupantes dos OVNIs como “alienígenas” ou “extraterrestres”, levando em consideração que não há evidências suficientes para determinar a natureza física dos seres, ou mesmo seus motivos.

  • Troca de fluidos, como sangue, suor, saliva, etc.
  • Comunicação efetiva ou entendida (emissão e recepção)
  • Kino aproximado e aproach eficaz

contatos imediatos do terceiro grau.nivel 3jpg - E se alguém filmasse um ET de verdade?

 

LEIA TAMBÉM  Propagandas que foram longe demais

E pra você? Se você tivesse um contato imediato? Como você conseguiria provar, mesmo filmando?

LEIA TAMBÉM  Mestre de instalação de arte e ilusões cria quartos hipnóticos

LEIA TAMBÉM  Após "surpresas" a NASA investirá mais pesado em defesa à Asteróides