Inusitado! Homem descobre fotos da explosão do Challenger no sótão dos avós
Fotos e fatos Universo

Sem Querer! Homem descobre fotos da explosão do Challenger no sótão dos avós

onibus espacial chalenger - Sem Querer! Homem descobre fotos da explosão do Challenger no sótão dos avós
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Segundo informações de Chris Estubal que publicou no site Buzz Nick. Em 2014 um homem estava na casa de seus avós vasculhando seus pertences depois que sua avó faleceu. Ele estava vasculhando uma velha caixa de fotos quando descobriu essas fotos da explosão do foguete Challenger de 1986. Houve muita cobertura da explosão do Challenger, no entanto, elas oferecem uma visão da multidão assistindo abaixo. 

Essas fotos são tão trágicas. Ele mostra uma linha do tempo perfeita desde o lançamento até a explosão. Seu avô trabalhou para a NASA como empreiteiro e ele pôde ver praticamente todos os lançamentos de ônibus espaciais. Um deles foi o famoso lançamento do Challenger. Abaixo estão fotos da explosão que ele capturou no momento perfeito.

Sobre o Foguete

Challenger foi o terceiro ônibus espacial, ou vaivém espacial em Portugal, construído pela NASA (depois de Enterprise e Columbia), finalizado em julho de 1982, que fez parte da sua frota de 5 ônibus espaciais. Sua primeira missão foi a STS-6, realizada entre os dias 4 a 9 de abril de 1983. Foi ao espaço apenas 10 vezes ao longo de 3 anos de operação, se tornando o ônibus com menos missões realizadas.

No ano de 1986, o Challenger sofreu o primeiro acidente no programa com ônibus espaciais. No dia 28 de janeiro, 73 segundos após o seu lançamento, iniciando a missão STS-51-L, a espaçonave explodiu em pleno ar, matando todos os 7 astronautas tripulantes do ônibus espacial. Essa missão destacou-se por ter como tripulante Christa McAuliffe, a primeira professora civil a voar em uma viagem espacial. Christa daria duas aulas de 15 minutos do espaço para 2,5 milhões de alunos, fazendo parte do Projeto Professor no Espaço.

onibus chaleger - Sem Querer! Homem descobre fotos da explosão do Challenger no sótão dos avós

Os 7 Astronautas que estavam a bordo

Este acidente paralisou as missões do ônibus espaciais por meses, durante os quais foi realizada uma extensa investigação que chegou à conclusão de que uma anilha provocou toda a tragédia. As investigações foram lideradas pelo físico Richard Feynman, que explicou em uma coletiva ao vivo que algumas anilhas expandiam e contraiam-se à medida em que a sua temperatura.

 

Veja as fotos que foram publicadas no site Imgur:

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós

Este não foi o primeiro voo do Challenger. Ele voou 9 missões bem-sucedidas, começando em 1983 até o final de 1985.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós

meraridley123

O Challenger voou mais do que qualquer outro orbitador durante esse tempo.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Ele também carregou a primeira astronauta mulher na história dos EUA!

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Em 1986, Challenger tinha um total de 15 vôos programados, o que também incluiria o lançamento do Telescópio Espacial Hubble, o Galileo e a sonda espacial Ulysses.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Durante sua décima missão em 28 de janeiro de 1986, o sucesso do Challenger mudaria.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Havia sete tripulantes a bordo durante o lançamento, e todos os sete perderiam a vida naquele dia.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Uma das pessoas mortas foi Christa McAuliffe, professora no espaço. Durante a missão, McAuliffe ministraria algumas aulas que seriam transmitidas às salas de aula na Terra.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

O acidente foi causado por uma ruptura de uma articulação do lado direito do foguete sólido. Foguetes sólidos usam combustível sólido. Eles basicamente acendem e continuam queimando até que todo o combustível acabe.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Cada impulso sólido de um foguete mede 149 pés de comprimento e é composto por 4 seções aparafusadas, que formam o reforço total. Quando as seções são colocadas juntas, existem pontos fracos onde o fogo pode vazar pelas laterais enquanto queima.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Para resolver o problema do escape de incêndio, eles colocaram dois selos de borracha com anel em O na junta. No entanto, a NASA vinha tendo problemas com os O-rings por vários anos. Eles acreditavam que o segundo o-ring impediria que qualquer incêndio escapasse.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Eles planejavam mudar o design das juntas de reforço de foguetes sólidos em 1988, mas seria tarde demais.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Como os anéis de vedação eram feitos de borracha, ficavam mais duros com o frio. Quando o Challenger foi lançado em janeiro de 1986, era o dia mais frio do ano com uma temperatura de 36 ° F. Isso causou a falha do anel em O na junta inferior do foguete sólido direito.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123
Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123
Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123
Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Havia um pouco de fumaça preta na decolagem, o que era uma indicação de que o o-ring estava queimando. A fumaça parou após cerca de 2 segundos e eles acreditam que a fuligem entupiu o vazamento por apenas um tempo.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Cerca de 40 segundos depois do voo, o ônibus foi atingido por um vento forte. Isso é normal quando se entra no espaço, mas eles acreditam que esse vento liberou a fuligem entupida. Cerca de um minuto depois do voo, uma chama disparou do foguete e fez um buraco em um tanque de combustível externo. No tanque de combustível, eles armazenam oxigênio líquido e hidrogênio líquido.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Aos 73 segundos, o fogo destruiu o suporte inferior que ligava o foguete sólido ao tanque externo. Por causa disso, o oxigênio líquido começou a vazar. Então a cúpula no fundo do tanque externo caiu, o que liberou milhares de galões de hidrogênio líquido.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

O tanque externo é pressurizado, o combustível agia como um motor de foguete, dando ao Challenger quase 3 milhões de libras de impulso extra. O Challenger não está equipado para suportar tanto esforço e começou a se separar.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

A bola de fogo que foi vista durante a explosão foi na verdade combustível do tanque externo, derramando e queimando.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Por causa do tanque externo quebrar, o Challenger foi empurrado para fora do curso e estava viajando a uma velocidade de Mach 2.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

A força fez com que partes do Challenger se separassem completamente e caíssem no Oceano Atlântico.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123
Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Todo mundo faleceu quando o compartimento da tripulação bateu no Oceano Atlântico, viajando a mais de 200 km / h.

Homem descobre fotos invisíveis da explosão do Challenger no sótão dos avós
meraridley123

Aprender com os erros

Após a explosão, a NASA aumentou a segurança encontrada em seus ônibus espaciais e adicionou um sistema de fuga para a tripulação em caso de desastre. Assista ao vídeo abaixo para ver o desastre do Challenger, que estava sendo transmitido na CNN.

 

hqdefault - Sem Querer! Homem descobre fotos da explosão do Challenger no sótão dos avós

Embora a explosão do Challenger tenha sido trágica, essas imagens realmente capturam uma parte muito importante da história em 1986. Infelizmente, essa explosão tirou a vida de todos os 7 astronautas a bordo apenas 73 segundos após o lançamento. Essa cena horrível abriu o caminho para testes e precauções de segurança para evitar desastres como esse no futuro.

LEIA TAMBÉM  Coincidências incríveis retratadas em fotografia #Parte1

LEIA TAMBÉM  Saiba o calendário de previsões de lançamentos de foguetes no mundo