Há uma hipótese que Calment Yvonne não é a mais velha do mundo, morreu aos 99
Cotidiano Curiosidades

Há uma hipótese que francesa não é a mais velha do mundo, morreu aos 99

Jeanne Louise Calment pessoa mais velha do mundo4 - Há uma hipótese que francesa não é a mais velha do mundo, morreu aos 99
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Para quem leu nosso Especial sobre as pessoas mais velhas do mundo (leia aqui), vai encontrar com o nome da francesa Jeanne Calment, no qual, comprovadamente foi o único ser humano a chegar aos 122 anos de idade, entrando para o livro dos recordes, o Guinnes Book. Mas parece que ela não teria morrido tao velha ssim. É o que diz Valery Novoselov que investiga o recorde de longevidade de Jeanne Calment.

mais velha do mundo

Jeanne Calment não é apenas um fenômeno único do ponto de vista da estatística; ao longo dos anos, ela se tornou um símbolo de extraordinárias capacidades humanas, pois sempre levou uma ‘vida moderninha’ fumante e festeira. Mas para levar essa ‘vida moderninha’, muitos pesquisadores do envelhecimento enfatizam que o tipo de vida que ela levara é um evento extremamente raro e um bom motivo de curiosidade e ceticismo se compararmos até mesmo com supercentenários tranquilos com vida regrada sem estresse, comendo sempre comidas naturais.

pessoa mais velha d mundo - Há uma hipótese que francesa não é a mais velha do mundo, morreu aos 99

PESSOA MAIS VELHA DO MUNDO COMPROVADA SEGUNDO GUINESS BOOK

(1875-1997)

Quem foi a pessoa mais velha do mundo?
22px Flag of France.svg - Quem foi e quem são as pessoas mais velhas de todos os tempos?  francesa, Jeanne Luise Calment, 122 anos e 164 dias

Jeanne-Louise-Calment2

Jeanne Louise Calment , uma francesa que nasceu no dia 21 de fevereiro de 1875 e falceu em 4 de agosto de 1997, foi uma super centenária francesa confirmada como a pessoa mais velha já documentada da história. Fez as contas? Ela alcançou a idade de 122 anos e 164 dias, 08:22horas (em um total de 44.724 dias de vida).

O caso

Disputado. Um estudo de 2018 levantou a hipótese de que a filha de Calment, Yvonne, usurpou sua identidade em 1934. Nascida em 1898, Yvonne teria morrido aos 99 anos em 1997

Segundo a equipe do Mídia Interessante retirou do site Leaf Sicence.org, na reunião conjunta da Sociedade Gerontológica da RAS e do Departamento de Gerontologia da Sociedade de Naturalistas de Moscou (Universidade Estadual de Moscou), houve um relatório em nome de Nikolay Zak, que é PhD em ciências físico-matemáticas, que abandonou nova luz sobre o caso de Jeanne Calment. A principal hipótese dessa investigação independente é que a pessoa que conhecemos como Jeanne Calment é na verdade sua filha, Yvonne, que assumiu o lugar de sua mãe após sua morte em 1934, a fim de ajudar sua família a evitar pesadas perdas financeiras relacionadas à herança.

O iniciador dessa investigação independente, Valery Novoselov, professor assistente do Departamento de Gerontologia e Geriatria da Universidade RUDN (Moscou), está convencido de que o caso de Calment deve ser revalidado.

 

Cara desconfiado

Na Rússia, Valery Novoselov é conhecido por ser desconfiado de tudo e de todos, principalmente por seus estudos de documentos médicos de pessoas históricas como Vladimir Lenin. Sua revisão de arquivos médicos dedicados a esclarecer as reais causas de morte desse grande político russo está pronta, mas, até o momento, permanece inédita; existem muitas partes interessadas nesta questão, incluindo pessoas que provavelmente preferem ver a malícia politicamente motivada por trás da morte de Lenin.

Segundo falas do próprio  Valery Novoselov ficou surpreso quando recebeu dados muito diversos. Pegamos alguns trechos da resposta dada por ele a jornalistas russos no site Leaf Science.org que publicou a noticia:

‘Então, fiquei curioso sobre os centenários da região de Moscou e enviei solicitações a duas agências diferentes: o Departamento de Trabalho e Segurança Social e a Agência Federal de Estatística. Eles me forneceram dois conjuntos de dados absolutamente diferentes. O da agência me deu 4135 pessoas com 100 anos ou mais e o Departamento do Trabalho me deu 735 pessoas. 6 vezes a diferença. Nas minhas conversas com pessoas que trabalham nessas organizações, houve muitas surpresas. Primeiro de tudo, eles próprios não tinham certeza dos números. Segundo, havia marcas de falta de confiabilidade, como uma enorme prevalência de centenários apenas nas regiões de Moscou e São Petersburgo, e um forte crescimento nessa faixa etária em um ano – até 30%. Solicitamos informações pessoais sobre essas pessoas, pois essa é a única maneira de verificar os números reais. No entanto, a idéia principal aqui é a seguinte: muita variação de dados provavelmente é um indicador de erros. Em centenários, a possibilidade de erro é a mais alta.’

pessoa mais velha do mundo3 - Há uma hipótese que francesa não é a mais velha do mundo, morreu aos 99

Da suspeita à revalidação do caso

‘Tive muitas idéias ao mesmo tempo. Sou geriatra e, no meu trabalho, confio muito na avaliação visual. Meus olhos estavam me dizendo que Jeanne não tinha as marcas de fragilidade que correspondiam à sua idade oficial, como o fato de que, ao contrário de outros supercentenários, ela era capaz de sentar-se na cadeira sem a ajuda de outras pessoas. Não vi sinais suficientes de atrofia dérmica nem atrofia do tecido subcutâneo. Acima de tudo, foi minha experiência clínica que me fez questionar a idade de Jeanne e acreditar que encontraríamos algo interessante.’

‘Como primeiro passo, decidi fazer uma pesquisa para ver como as pessoas avaliavam a idade de Jeanne comparando suas fotos e vídeos com fotos e vídeos de outros supercentenários. Os participantes (233 pessoas aleatórias) estavam reduzindo massivamente a idade dela em cerca de 20 a 25 anos, em comparação com a idade oficial na data em que essa foto foi tirada. Havia mais uma pessoa com a mesma percepção, o major de Arles. Ele é responsável por parabenizar as pessoas que atingiram os 100 anos e, de acordo com a tradição, ele deveria ter visitado Jeanne. No entanto, ela disse que preferia ir junto. Essa vontade de dar um passeio pela cidade já é surpreendente em uma pessoa de 100 anos, mas, além disso, o prefeito, que estava acostumado a lidar com centenários, não reconheceu seu herói da ocasião em uma velhinha alegre. sentado em seu saguão.’

 

‘Em 1934, houve uma morte na família Calment. A história oficial é que, em 1934, Jeanne havia perdido sua única filha, Yvonne. Achamos que, na realidade, foi Jeanne quem morreu, com quase 59 anos, e sua filha levou seu nome e personalidade.’

‘De fato, e havia um motivo. Os anos 30 foram anos terríveis para a família. Sua sogra e seu pai morreram em 1931, e a família teve que pagar enormes impostos sobre herança em cada caso. Ao contrário de seus níveis no início do século, esses impostos representavam até 35% do custo da propriedade, pois o governo provavelmente estava se preparando para a próxima guerra mundial. Poderíamos esperar que a família estivesse em uma situação financeira bastante miserável. Se Jeanne tivesse morrido, sua filha Yvonne e seu marido teriam que pagar muito dinheiro. No entanto, se Yvonne morresse, a família não teria que pagar impostos, pois ela não era a proprietária da propriedade’.

 “Todo mundo se lembra de Jeanne Calment, que morreu oficialmente aos 122 anos em 4 de agosto de 1997. Dizia-se na época que essa senhora havia se beneficiado de ter uma anuidade vitalícia, o que era verdade. Isso foi pago por uma grande empresa francesa que não ficou nada feliz com essa excepcional longevidade. A empresa ficou ainda mais chateada, pois sabia que estava pagando não Jeanne Calment, mas sua filha. Na realidade, após a morte da verdadeira Jeanne Calment, sua filha, que obviamente não era mais uma criança, assumiu a identidade de sua mãe para continuar recebendo a anuidade. A companhia de seguros havia descoberto roubo de identidade, mas de acordo com – ou sob demanda de? – as autoridades públicas, não desejavam revelar a verdade, dado o quanto o caráter da “avó dos franceses” se tornara lendário. “

pessoa mais velha do mundo 2 - Há uma hipótese que francesa não é a mais velha do mundo, morreu aos 99

 

Para ver a entrevista completa acesse o link abaixo:

Valery Novoselov: Investigating Jeanne Calment’s Longevity Record

LEIA TAMBÉM  Você sabe quem é o dublador do Pato Donald no Brasil?

Quem foi e quem são as pessoas mais velhas de todos os tempos?

30 erros grotescos de acessibilidade

Curiosidades sobre o Metropolitano (Metrô) no mundo

LEIA TAMBÉM  104 anos: Pessoa mais velha a receber sua primeira tatuagem