NASA quer oferecer Estação Lunar como celebração dos 50 anos do pouso a lua
Universo

NASA comemorará 50 anos do pouso a lua com Estação Lunar

estação lunar - NASA comemorará 50 anos do pouso a lua com Estação Lunar
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

NASA quer oferecer Estação Lunar como celebração dos 50 anos do pouso a lua – Parece que o sonho de celebrar os 50 anos da ida do homem a lua em 20 de julho de 2019, com outra ida do homem a lua, não vai ser viável em 2019, tanto a NASA, ou quaisquer outras agencias espaciais parecem que não farão este feito, ou não contaram.

Inicialmente somente a Space X pretende enviar o bilionário japonês Yusaku Maezawa e mais 6 convidados dele a dar uma volta na orbita lunar mas este somente em 2023, mas não pisar.

Na realidade não se sabe ainda como a NASA irá fazer para comemorar os 50 anos do sucesso da missão da Apollo 11 com Neil Armstrong em 1969. Provavelmente alguns eventos especiais homenageando todos os astronautas e o envolvidos da época. No entanto, o que se sabe atualmente é uma maior abrangência cooperacionais entre Agencias Espaciais de todo o mundo e empresas espaciais privadas como a SpaceX e a Boeing.

Yusaku Maezawa estação lunar - NASA comemorará 50 anos do pouso a lua com Estação Lunar

Projeto #DearMoon que a SpaceX enviará turistas á Lua

Pensando nisso a NASA articulou planos para criar uma estação para orbitar a lua, como um entreposto espacial. O desenvolvimento é liderado pelos parceiros da Estação Espacial Internacional, ou seja ESA (europeia) , NASA (americana), Roscosmos (russa), JAXA (japonesa) e CSA chinesa) para construção na década de 2020. O projeto de lei de gasto coletivo aprovado pelo Congresso em março de 2018 forneceu à NASA US $ 504 milhões para o desenvolvimento da LOP-G no ano fiscal de 2019.

Yusaku Maezawa - NASA comemorará 50 anos do pouso a lua com Estação Lunar

Estação Lunar (Lunar Orbital Platform Gateway)

Lunar Orbital Platform Gateway (antigo nome Deep Space Gateway) é uma estação espacial de órbita lunar planejada que servirá como um centro de comunicações com energia solar, laboratório de ciências, módulo de habitação de curto prazo e área de espera para rovers e outros robôs. 

Espera-se que as disciplinas científicas estudadas no Portal incluam ciência planetária, astrofísica, observações da Terra, heliofísica, biologia espacial fundamental e saúde e desempenho humanos. O Gateway foi projetado para ser desenvolvido, reparado e utilizado em colaboração com parceiros comerciais e internacionais. Ele também servirá como ponto de parada para a exploração lunar tripulada e robótica e um ponto de parada para o Deep Space Transport proposto pela NASA.ofício para realizar uma missão de shakedown 300-400 dias antes da primeira missão tripulada da NASA em Marte. 

Fonte: NASA, Wikipédia, Globo.com, SpaceToday

LEIA TAMBÉM  Protótipo da nave estelar de Elon Musk pode ficar pronta já em poucos meses

Lunar Orbital Platform Gateway)

YOUTUBE – Vídeo SpaceToday

A empresa Airbus ganhou a preferência para apresentar um projeto de alguns módulos da The Gateway, a estação orbital lunar. A empresa apresentará o conceito durante a IAC 2018, no dia 3 de Outubro 2018. Aqui um passeio pelo que deve ser a nossa próxima estação, a estação lunar que será o portal para o espaço profundo.

 

 

Russia não quer mais participar da Estação Lunar?

Segundo uma noticia publicada pela agencia Reuters parece que Moscou pode abandonar projeto para construir uma estação espacial na órbita lunar em associação com a Nasa, porque não quer um “papel secundário” nas atividades com a agência espacial norte-americana, disse neste sábado uma autoridade russa.

A Rússia concordou no ano passado em trabalhar com a Nasa nos planos para a plataforma Deep Space Gateway, que servirá como ponto de partida para futuras missões. (Leia mais sobre este assunto).

E na sua opinião acha que a NASA ou alguma Agencia estão escondendo futura surpresa em Julho de 2019? 

Contagem regressiva para 20 Julho de 2019

[ujicountdown id=”BLACK TOTAL” expire=”2019/07/20 00:00″ hide=”true” url=”www.nasa.gov” subscr=”” recurring=”” rectype=”second” repeats=””]

Veteranos da Apollo se reúnem para ver filme sobre Neil Armstrong

Glynn Lunney, Fred Haise, Chris Kraft e Gene Kranz

Glynn Lunney, diretor de vôo durante os programas Gemini e Apollo, Fred Haise, astronauta da Apollo, Chris Kraft, primeiro diretor de vôo da NASA, e Gene Kranz, diretor de vôo durante os programas Gemini e Apollo, se reuniram no Space Center Houston na segunda-feira, 2018, para uma exibição de First Man, o novo filme sobre Neil Armstrong e os primeiros passos da América na Lua, e para celebrar os 60 anos de realizações da NASA em vôo espacial humano, aeronáutica e exploração espacial.

Créditos: NASA

https://midiainteressante.com/2017/11/cruzar-a-antartica-operacao-da-nasa-ice-bridge.html

nasa roscosmos 88bb1b7a - NASA comemorará 50 anos do pouso a lua com Estação Lunar

LEIA TAMBÉM  Conheça a possível menina astronauta da NASA que viajará a Marte em 2033

LEIA TAMBÉM  NASA: Mais 219 Planetas são localizados pela Kepler