E se o filme Viagem á Lua de Jupiter fosse verdade?
Universo Vídeos

E se o filme Viagem á Lua de Júpiter fosse verdade?

Viagem á Lua de Jupiter
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Viagem á Lua de Jupiter – No filme de ficção cientifica “Viagem à Lua de Júpiter” – Um grupo de astronautas viaja em uma missão especial até Europa, uma das luas de Júpiter, para investigar a possibilidade da existência de vida alienígena. Para quem não sabe a lua EUROPA é inicialmente uma das grandes possibilidades de se encontrar vida no Sistema Solar.

 

A lua de Jupiter é um dos lugares mais ambiciosos que a NASA quer explorar para procurar vida. Se a vida existir mesmo fora do nosso planeta a lua EUROPA é o lugar numero 1 a se procurar. Como em um time de futebol, o cientistas tem seus planetas preferidos, no caso Titã de Saturno e EUROPA de Jupiter estavam na final, no entanto o plano mais econômico e com menor necessidade de tecnologia ficou mesmo para EUROPA. Inicialmente a NASA pretende enviar uma sonda para estudar a Lua em todos os seus sentidos e aspectos por volta de 2020, só depois, enviar o “main course” o prato principal de todos os estudos, e enviar uma missão que perfure o gelo e alcance o enorme oceano de quase 100 km.

 

“Nós achamos que há um oceano de água líquida sob a superfície e sabemos que, na Terra, em todos os lugares em que há água, encontramos vida”, disse Robert Pappalardo, cientista do projeto da missão Europa.

 

Assista também o Curioso News:

 

EUROPA

Europa, junto com três outras grandes luas de Júpiter, Io, Ganímedes e Calisto, foram descobertas por Galileo Galilei em 8 de janeiro de 1610. Europa é um dos quatro satélites naturais do planeta Júpiter conhecidos como luas de Galileu. É a sexta maior lua do Sistema Solar. Europa foi descoberta em 1610 por Galileu Galilei, recebendo o nome de Europa, a mãe do rei lendário Minos de Creta e amante de Zeus (equivalente ao deus romano Júpiter).

Ligeiramente menor do que a Lua, Europa é principalmente feita de rocha de silicato e tem uma crosta de água-gelo e provavelmente um núcleo de ferro-níquel. Tem uma atmosfera tênue composta principalmente de oxigênio. Sua superfície é estriada por rachaduras, enquanto as crateras são relativamente raras. Além das observações do telescópio terrestre, Europa foi examinada por uma sucessão de sondas espaciais, a primeira visitando-a no início da década de 1970. Europa tem a superfície mais lisa do que qualquer objeto sólido conhecido no Sistema Solar. A juventude aparente e a suavidade da superfície levaram à hipótese de que existe um oceano aquático abaixo dela, o qual poderia concebivelmente abrigar vida extraterrestre.

E como seria essa “missão”?

Seria mais ou menos assim…

Você ainda não assistiu o filme a “Viagem a Lua de Júpiter”? Então assista pelo Youtube!

* lembrando que o filme é uma ficção cientifica, e claro com nossa tecnologia atual seria impossível enviar astronautas como exibido no filme.

 

LEIA TAMBÉM  NASA lançou missão atrás de asteróide que poderá cair na Terra em 2169
LEIA TAMBÉM  Veja onde está exatamente o furacão Florence e/ou Outros