Você se deixaria ser chipado? - Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante
Cotidiano

Você se deixaria ser chipado?

biochip
biochip

Com o avanço da tecnologia, muitos pesquisadores estudam como a era da informação se aplicará no futuro da humanidade. Quem nunca pensou e repensou que esse negócio de chip seria mesmo uma aclive tecnológica, ou uma descente humanitária. O canal GloboNews foi atrás de alguns brasileiros que são adeptos do famoso biochip e fez uma matéria especial. Você teria coragem de ser chipado?

Qual é o problema do biochip na humanidade no âmbito social, sem citar a parte religiosa?

Muitos especialistas dizem que atualmente, colocar um chip não afeta em nada as condições sociais humanas, mas o que muito se discute é até onde esse “futuro” pode chegar. Atualmente os chips implantados trabalham mais por ondas magnéticas, como S Beam ou NFC no smartphone, porém em um futuro próximo, atualização deste tipo de ferramenta deverá ter de grande cautela. 

O que se pode fazer com o chip hoje e em futuro próximo?

Muito é a discussão da população quanto a utilização deste tipo de tecnologia. A grande questão do biochip pode ser usado como identificação pessoal, cartão de visita, chave, cartão de crédito, rastreamento, realmente abre os olhos de qualquer ser humano, porém nada que não se possa fazer com o smartphone, que não deixaria de ser usado pelas pessoas que tem o chip. Com isso, futuras possíveis interferências poderiam se abrir com tamanha tecnologia. Por exemplo, em um futuro próximo, seria possível a extinção da moeda, do dinheiro físico? Governos obrigando a população a se enquadrar em uma Nova Ordem Mundial? Poderia os governos futuros taxar as pessoas automaticamente, lhe cobrando impostos que já descontam na hora, o “dinheiro-nuvem?” Quem se recusar a ter o biochip, morreria de fome, por não poder comprar seus bens de consumo? Ser vigiado, rastreado, também seria uma desvantagem para as pessoas. Outra importante questão, seria possível até mesmo matar, colocar doenças infecciosas a uma pessoa, lhe colocando interferências magnéticas? Lembrando que já existiram casos assim na história recente. Essa é uma pergunta que só o futuro pode nos responder. 

LEIA TAMBÉM  Ainda não viu os vídeos dos "Crocodilos Gigantes"? Então veja:

Se você se interessa neste tipo de tecnologia indicamos você assistir o seriado THE MIRROR que trata temas polêmicos quanto ao futuro da tecnologia. O seriado não é linear, ou seja cada episódio é único, começa e termina, então não importa se você começar pelo primeiro ou último episódio ele não são interligados.

E você teria coragem de colocar o chip?

LEIA TAMBÉM  Coincidências incríveis retratadas em fotografia #Parte1

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.