O cigarro contribui para 25% das mortes por infartos do miocárdio, diz pesquisa - Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante
Cotidiano

O cigarro contribui para 25% das mortes por infartos do miocárdio, diz pesquisa

cigarro - O cigarro contribui para 25% das mortes por infartos do miocárdio, diz pesquisa

 Segundo dados de 2015 do Ministério da Saúde, o índice de fumantes no Brasil caiu 30,7% nos últimos nove anos e hoje corresponde a 10,8% da população. Atualmente, o tabagismo é responsável por 200 mil mortes anuais e está relacionado a 90% dos casos de câncer de pulmão em brasileiros. Estima-se que quase 30 mil novos casos desse tipo de câncer devam surgir no país por ano. O cigarro ainda contribui para 25% das mortes por anginas e por infartos do miocárdio, 45% das mortes por infartos em pessoas com menos de 65 anos e 85% das mortes por bronquite crônica e enfisema pulmonar.

O cardiologista e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Leforte, Dr. Hélio Castello, explica que com determinação e seguindo algumas rotinas é possível parar de fumar. Entre elas, escolher um dia para deixar o vício, cortar gatilhos para o fumo, desaparecer com lembranças do cigarro, frequentar grupos de apoio, iniciar atividade física, melhorar a alimentação e receber acompanhamento médico. “Algumas pessoas necessitam de apoio profissional para largar o vício. Outras já conseguem deixar de fumar sozinhas, buscando atividades diferentes, planejando e evitando situações que possam associar o fumo ao seu dia a dia”, esclarece o especialista.

O Dr. Hélio Castello lembra que parar de fumar melhora significativamente a qualidade de vida, já que a reação do organismo é praticamente imediata. “Com o apoio adequado e a persistência, é possível o fumante alcançar esse objetivo e se tornar um ex-fumante”, afirma.

LEIA TAMBÉM  Você se deixaria ser chipado?

Conheça como o corpo reage ao parar de fumar:
Após 20 minutos: Logo ao parar de fumar, a pressão sanguínea e as batidas cardíacas voltam ao normal.
Após 8 horas: A quantidade de monóxido de carbono no sangue diminui quase pela metade, normalizando a oxigenação das células.
1 dia depois: O monóxido de carbono é eliminado do corpo e os pulmões também começam a eliminar o muco e os resíduos da fumaça.
2 dias depois: Não há mais nicotina no organismo. Com isso, o gosto e o olfato começam a melhorar. A transpiração deixa de cheirar a tabaco.
3 dias depois: Os brônquios começam a relaxar e a respiração melhora.
De 2 a 12 semanas depois: A circulação venosa (responsável pelo retorno do sangue dos tecidos para o coração) melhora.
De 3 a 9 meses depois: Os problemas respiratórios e as tossem acalmam, a voz se torna mais clara e a capacidade respiratória aumenta em 10%.

Fonte: www.leforte.com.br

LEIA TAMBÉM  Bem vindo a Suíte Espacial do Hotel Voyager!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.