34% dos brasileiros se preocupam mais com a Lava Jato do que com o desemprego - Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante
Opinião

34% dos brasileiros se preocupam mais com a Lava Jato do que com o desemprego

corrupcao
corrupcao

Corrupção é a maior preocupação da população neste momento. Mas 42% acreditam que o país vai melhorar após impeachment

O combate à corrupção no país é a maior preocupação dos brasileiros, segundo uma pesquisa exclusiva feita pelo Instituto QualiBest, pioneiro em pesquisas online do Brasil. O estudo, realizado este mês com 1.265 internautas, mostrou que para 34% dos entrevistados, as investigações da Lava Jato devem continuar no mesmo ritmo em que vinham sendo feitas antes do impeachment. A pesquisa foi feita com homens (48%) e mulheres (52%) do Brasil todo, a maioria da classe B (55%), seguida pela classe C (29%) e classe A (16%).
A preocupação com o desemprego aparece em segundo lugar no levantamento: 25% dos internautas escolheram como prioridade combatê-lo, mesmo que isso signifique deixar a inflação elevada por mais tempo. A última prioridade dos internautas, com 6%, é o combate à inflação, mesmo que isso signifique manter por algum tempo os juros altos e o desemprego.Em outra pesquisa sobre política feita pela QualiBest, foram entrevistados 1330 pessoas, a maioria de classe B (47%), seguida por classe C (40%) e A (13%). Neste estudo 42% acham que o país vai melhorar depois do impeachment, enquanto 25% acreditam que vai piorar – e 32% acham que tudo continuará igual. “Outro dado em destaque é a mudança de opinião com relação aos partidos e candidatos, após o início da operação Lava Jato: 40% disseram manter as mesmas preferências; 31% afirmaram que mudaram completamente de opção e outros 29% mudaram em parte”, diz Daniela Malouf, sócia diretora da QualiBest.
LEIA TAMBÉM  Tudo pelo Amor

Com o acirramento do debate político, em apenas dois meses, de março a maio desse ano, houve um aumento de 78% para 85% no número de pessoas que falam mais sobre política. E com essa crescente divisão de opiniões, os formadores de opinião e celebridades estão se posicionando cada vez mais politicamente: 75% dos entrevistados são a favor dessa atitude e somente 24% deles deixam de admirar um artista, ou de assistir seu programa, ou mesmo de escutar sua música porque sua opinião é diferente das deles.

Para se manterem informados, metade dos internautas acompanham colunistas e blogs políticos e 72% estão assistindo mais televisão: 29% na TV aberta; 18% na TV paga; e 25% em ambas.

A pesquisa completa está no arquivo em anexo.

Fonte: Instituto QualiBest (Circular Comunicação)

LEIA TAMBÉM  Artigo: Curiosidade apenas, não amor

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.