Costa Cruzeiros e o comunicado oficial a imprensa sobre naúfragio do Costa Concórdia - Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante
Cotidiano Turismo

Costa Cruzeiros e o comunicado oficial a imprensa sobre naúfragio do Costa Concórdia

costa
costa

A empresa Costa Cruzeiros fez um comunicado a imprensa sobre o naúfragio do Costa Concórdia na ilha de Giglio, litoral Italiano. O maior e um dos mais luxuosos navio da frota, construído em 2006. Todas as concorrentes também emitiram notas de condolências a empresa e as vítimas.

c368e costa concordia naufragio - Costa Cruzeiros e o comunicado oficial a imprensa sobre naúfragio do Costa Concórdia

Nota oficial Costa Croicere

Sunday, January 15th 2012

Time 8.15 pm (CET)
Costa Crociere reitera sua profunda dor pelo terrível acidente que atingiu seus entes mais caros : seus hóspedes, seus funcionários, seu próprio navio; e se desculpa pelo sofrimento e o desconforto que estas pessoas passaram, desejando pêsames às famílias das vítimas verificadas.

Em todo o mundo, cerca de 1.100 pessoas da Costa Crociere estão trabalhando na gestão deste terrível acidente desde a noite de sexta feira. Nossa prioridade foi dar suporte às operações de salvamento e assistência aos hóspedes e à tripulação, conduzindo-os em segurança de volta às suas próprias residências.

As operações de busca e salvamento prosseguem, coordenadas pela Guarda Costeira e as autoridades italianas. Infelizmente confirmamos que ainda há desaparecidos e, vista a evolução da situação, não nos é consentido fornecer mais dados a respeito.

O Comandante Francesco Schettino, que ocupava o comando do Costa Concordia, ingressou na Costa Crociere em 2002 como oficial responsável pela segurança e depois de ter sido imediato, foi promovido a Comandante em 2006. Como todos os comandantes de nossa frota, participou de programas regulares de atualização e treinamento, superando positivamente todas as etapas de avaliação previstas.

Como já amplamente publicado, a Magistratura, com a qual Costa Crociere está colaborando, determinou a detenção do Comandante, contra o qual foram feitas graves acusações. Pareceria que o comandante tenha cometido erros de juízo que trouxeram graves conseqüências : a rota percorrida pelo navio muito próxima da costa, e aparentemente suas decisões na gestão da emergência não tenham correspondido aos procedimentos da Costa Crociere, que se alinham, e em alguns casos superam, os padrões internacionais.

Costa Crociere opera em pleno respeito às normas de segurança e se orgulha do empenho de seus funcionários à gestão da segurança dos hóspedes.

Todos os membros de sua tripulação são portadores de um certificado BST (Basic Safety Training), são capacitados e formados para a gestão de emergências e assistência aos hóspedes na hipótese de abandono de navio, através de numerosas exercitações. Funções, responsabilidades e deveres são claramente definidos e designados para consentir a gestão de situação de tamanha importância.

Todos os membros da tripulação passam por exercício de abandono do navio a cada duas semanas. Para todos os hóspedes do cruzeiro é promovido um exercício de salvamento em suas primeiras 24 horas a bordo, conforme determina a lei. Costa Crociere adota um sistema computadorizado de controle, que permite certificar que todos os hóspedes tenham participado de tal exercício.

A capacitação dos membros das tripulações da Costa Crociere é periodicamente controlada pelas Guardas Costeiras e demais entidades de classificação independentes alinhadas com os requisitos especificados no sistema SMS (Safety Management Systems).

A bordo do Costa Concordia e de todos os navios Costa estão disponíveis coletes salva vidas, lanchas e botes em numero superior ao máximo de pessoas que podem ser hospedadas pelo navio. As lanchas são dotadas de reservas de água e alimentos, pronto socorros portáteis com medicamentos, e instrumentos de sinalização e comunicação que permitem aguardar em segurança a chegada de socorro. As lanchas são objeto de minuciosos controles por parte da equipe do navio e dos órgãos de certificação. Todos os navios Costa Crociere são certificados pela RINA e são construídos de acordo com os mais altos padrões e tecnologia.

Ocorrido o acidente, Costa Crociere interveio imediatamente para impedir um potencial impacto ambiental e, desde sábado passado, conta com o suporte da Smit & Salvage, empresa líder no mundo neste setor, com quem está definindo um plano de ações. As mais imediatas consistem em realizar uma barreira de contenção ao redor do casco do navio.

A Magistratura determinou o arresto do navio e da VDR – a chamada “caixa preta”. Costa Crociere portanto doravante terá acesso ao navio apenas mediante autorização das autoridades.

Saturday, January 14th 2012

LEIA TAMBÉM  5 dicas para Fotografias Profissionais

Time 5.30 pm (CET)
“Quero expressar o nosso profundo pesar por este acontecimento trágico, disse Gianni Onorato, Presidente da Costa Crociere.
Primeiro que tudo, quero agradecer às autoridades e aos voluntários que fizeram todos os esforços para ajudar a assistir todos os passageiros envolvidos neste terrível acontecimento.
Neste momento, não estamos em condições de dar resposta a todas as questões, pois estamos em estreita colaboração com as autoridades competentes a tentar perceber as razões do acidente.
Com base nas primeiras evidências, o navio Costa Concordia, sob o comando do capitão Francesco Schettino fazia a regular saída de Civitavecchia para Savona quando, repentinamente, embateu contra uma rocha.
O capitão, que estava na ponte de comando nessa altura, percebeu a gravidade da situação e imediatamente deu início a uma manobra cujo objectivo foi a segurança dos passageiros e da tripulação, começando com os procedimentos de segurança de forma a preparar uma eventual evacuação do navio.
Infelizmente, a operação complicou-se devido a uma súbita inclinação do navio, que dificultou a evacuação. Desde essa altura e até ao momento, graças aos esforços de todas as forças, coordenadas pela Guarda Costeira, as operações de resgate foram reforçadas.
Desde a primeira hora que a companhia mobilizou todos os seus recursos de forma a assistir todos os passageiros e tripulação, assim como a prevenir possíveis impactos ambientais.”

Time 12.00 pm (CET)
O acidente com o navio Costa Concordia, na noite de ontem, dia 13, é uma tragédia que chocou profundamente a nossa empresa. Expressamos nossas mais profundas condolências às famílias e aos amigos das vítimas. Confirmamos que 46 brasileiros estava a bordo.
Estamos acompanhando de perto o progresso dos feridos. E todos os nossos esforços estão agora concentrados em ajudar os hóspedes e tripulantes que estavam a bordo, para levá-los para suas casas o mais rapidamente possível.
As equipes de Atendimento ao Cliente da Costa Cruzeiros já começou a contatar por telefone todos os convidados que deveriam embarcar hoje, dia 14, em Savona e a partir de amanhã nos portos programados. Nenhuma alteração está prevista para os outros cruzeiros da Costa.
Pessoas que buscam informações podem contatar a empresa pelo telefone: +55 11-2123-3673/ +55 11-2123-3679Todos nós da Costa Cruzeiros gostaríamos de agradecer as equipes da Guarda Costeira, as autoridades e os cidadãos da Ilha Giglio e do Porto Santo Stefano, que ajudaram os passageiros e nossa tripulação. Também agradecemos aos médicos que estão prestando atendimento aos feridos e a todos os que necessitam de assistência.
A empresa está cooperando com as autoridades nas investigações sobre as causas do acidente.Time 5.00 am (CET)
Esta é uma tragédia que desconcerta a nossa empresa. O nosso pensamento inicial vai para as vítimas, e queremos esprimir nosso luto e nossa solidariedade a seus familiares e amigos. Neste momento todos os nossos esforços estão concentrados nas últimas operações de emergência, além de oferecer assistência aos hóspedes e à tripulação que se encontrava a bordo do navio, para fazê-los regressar rapidamente a suas casas. Os procedimentos de emergência foram ativados imediatamente para evacuar o navio. A inclinação que prograssivamente o navio assumiu tornou as operações de evacuação estremamente difíceis. Desejamos exprimir um profundo agradecimento à Guarda Costeira e às forças por ela coordenadas, incluindo as autoridades e os cidadãos da Ilha del Giglio, que se somaram às operações de salvamento e assistência aos hóspedes e tripulação. A empresa colaborará, com sua máxima disponibilidade, com as autoridades competentes para verificar as causas do ocorrido.

Time 1.00 am (CET)
Costa Cruzeiros confirma que seguem em curso as operações de evacuação de emergência, próximas à Ilha del Giglio, dos cerca 3.200 passageiros e cerca 1.000 tripulantes a bordo do Costa Concordia. Tais operações foram prontamente ativadas porém a posição do navio, ao tornar-se mais dificultosa, está complicando as últimas operações de desembarque. Neste momento não é possível definir as razões do problema ocorrido. A empresa está colocando seu máximo empenho para prestar total assistência. Costa Concordia realizava um cruzeiro pelo Mediterrâneo com partida de Civitavecchia e escalas previstas em Savona, Marselha, Barcelona, Palma, Cagliari, Palermo. A bordo, cerca de 1.000 passageiros de nacionalidade italiana, mais de 500 alemães, cerca de 160 franceses e 1.000 membros da tripulação.
Os hóspedes que embarcariam hoje em Savona e nos portos subsequentes serão contatados diretamente pela Costa Cruzeiros.

LEIA TAMBÉM  Jornalistas da CBN indignam ouvintes perguntando se pichação é arte

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.