O dia em que a Rede Globo teve que falar mal de sí mesma - Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante
Curiosidades Vídeos

O dia em que a Rede Globo teve que falar mal de sí mesma

rede globo 1
rede globo 1
Por Mídia Interessante
 
f06a1 globo imagem logo midia tv interessante - O dia em que a Rede Globo teve que falar mal de sí mesmaAlguns momentos marcaram a televisão brasileira, entretanto, este foi um dos mais abrasivos. Você já imaginou a Rede Globo de Televisão das Organizações Roberto Marinho, infrigindo o padrão Globo de jornalismo, a terceira maior rede de comunicação do mundo, falando mal dela mesma publicamente no ar em directo. Isso mesmo caro leitor, foi o que aconteceu na noite de 15 de março de 1994. Ficou conhecido em: O dia em que a Globo falou mal da Globo. Foi no Jornal Nacional, mais de 68% dos televisores  brasileiros ligados. Com uma voz firme e deslumbrante como sempre Cid Moreira  no ar ao vivo para todo o Brasil, dizia a seguinte frase:
“Em Complemento a setença do juiz de direito … Nota do senhor Leonel de Moura Brizola… – …Tudo na Globo é tendencioso e manipulado. Não reconheço à Globo autoridade em matéria de liberdade de imprensa, e basta para isso olhar a sua longa e cordial convivência com os regimes autoritários e com a ditadura de 20 anos que dominou o nosso país…”
4e642 pag 1 brizola montagem21 - O dia em que a Rede Globo teve que falar mal de sí mesma
Sim leitor ele disse isso! Não era um pedido de demissão do Cid Moreira, ou ele se revoltou e queria fazer uma revolução midiática. Era um direito de resposta obrigatório para ser declamado no ar.
O âncora do JN (Jornal Nacional) transmitia um direito de resposta concedido pela Justiça ao ex-governador Leonel Brizola, que redigiu o texto a próprio punho, após ser a acusado, no próprio Jornal Nacional, de “declínio da saúde mental e mente senil” e “deprimente inaptidão administrativa” por tentar proibir a transmissão do Carnaval no Brasil. Alguns jornais na época diziam que milhares de brasileiros deveriam ter se espantados com o texto de Brizola, lido no programa jornalístico mais assistido no mundo falando mal de sí mesmo. Foram os mais 3 longos e interminantes minutos para a Rede Globo. Assista:

LEIA TAMBÉM  Comportamento: Por que Mark Zuckerberg parece ser do mal?

c6428 feed - O dia em que a Rede Globo teve que falar mal de sí mesma

5 Comentários

  • É fato! Nos meios de comunicação o tipo de notícia é ditado basicamente pelo interesse da classe dominante. Hoje vivemos um período em que temos o sensacionalismo toma conta e o que vemos normalmente é uma informação claramente tendenciosa.

    E isso não apenas vindo da Rede Globo e no Brasil, no mundo podemos vivenciar casos como esse do Brizola, onde os meios que deveriam informar apenas prestam um serviço não de informação mas de manipulação da opinião pública.

  • Acredito que naquele momento o presidente da globo na época, Roberto, marinho estava torcendo o termino daquela frase.

  • isso tem que ser mostrado e não escondido eu estou chocado com o que vi , eu sempre desconfiei da globo , mas agora, o que adianta as pessoas saberem ,o povo “os dominados´´ no fim das contas elas não podem fazer nada.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.