Brasil poderia mesmo perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014?
Curiosidades Opinião

Brasil poderia mesmo perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014?

FIFA World Cup 2014 Live
FIFA World Cup 2014 Live

8ec59 201 logocopa2014 brazil - Brasil poderia mesmo perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014?Olá leitores! A revista Forbes havia publicado um artigo em 2011 tratando da Copa do mundo de 2014 e as preocupações até lá. Brasil pode perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014? diz o título, que foi publicado em 19 de julho, em 2011 Por Anderson Antunes – Revista  Forbes

 

 

O artigo na Revista Forbes cita a Copa do Mundo no Brasil
como uma longa jornada, com estimas de custo total da preparação para o evento de 2014. Um recorde de 40 bilhões de dólares, de longe, a maior soma da história das Copas.
 
 Não há dúvida de que Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), é o homem mais poderoso do esporte brasileiro hoje. Eleito pela primeira vez para o cargo em 1989, Teixeira está cumprindo o seu sexto mandato como chefe da CBF, e ele criou alianças com todo mundo que é alguém no mundo do futebol, a fim de assegurar sua influência no Brasil e no exterior. Apesar de ser intensamente detestado por fãs de futebol (principalmente por causa de sua interferência constante nos deveres de treinamento da seleção brasileira de futebol nacional), Teixeira nunca teve inimigos seja capaz ou disposto a enfrentá-lo. 
2cc28 2014 brazil cup cool soccer - Brasil poderia mesmo perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014? 
 
O artigo comenta sobre o esforço do Brasil em cumprir os prazos para preparações da FIFA World Cup 2014 e sobre supostas acusação de Ricardo Teixeira, além de grifar que a Inglaterra estaria realmente pronta para a tarefa, uma vez que terminar os preparativos para a Olimpíada de Verão de 2012.”
 
 
 
 
 
 
e64ba 2014 estadium brazil - Brasil poderia mesmo perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014? Aliás aponta o fato que o Brasil não tem muito amostrar, depois de anos, a evoluções de estádios, transporte e hotelaria ficam muito a desejar. “Verdade seja dita, o Brasil não tem muito a mostrar mais de 45 meses após a obtenção da Copa do Mundo. Verificaram-se atrasos graves em todas as 12 cidades escolhidas para jogos da fase, principalmente na construção de estádios e modernização de aeroportos, a maioria dos quais foram construídos antes do final da Segunda Guerra Mundial e ter atingido o ponto de saturação em termos de volume de passageiros que voam de e para o país. Estes são desafios de infra-estrutura, todas relacionadas não só para a Copa do Mundo, mas também para o desenvolvimento do Brasil em geral. De acordo com a Associação Brasileira de Aviação Geral (EXPO AERO BRASIL), um grupo de proprietários de aeronaves particulares, os aeroportos do Brasil não será capaz de lidar com o fluxo de eventos quando os fãs de futebol fazer a peregrinação para o Brasil em 2014.”
 
d14e8 2014 world cup brazil logo - Brasil poderia mesmo perder o direito de sediar a Copa do Mundo 2014?

É realmente perigoso o Brasil perder o mando da Copa? Isto está inteiramente fora de questão diz o Artigo. Mas é bom ficar de olho! 

LEIA TAMBÉM  O primeiro motorista do Brasil

E pra você?

LEIA TAMBÉM  Criador de "Black Mirror" não tem pressa para nova Temporada e quer focar em comédia

4 Comentários

  • Revista Forbes, é igual a Globo?

    Só defende interesses que lhe dão muito dinheiro?
    Então é só firola, é inveja, é despeito.

    João Bosco
    jotabemafra.blogspot.com

  • Puxa vida! Eu queria muito que tirassem o direito do Brasil sediar a Copa de 2014. Ia ter gente que ia infartar. O povo Brasileiro, deixaria de ser cordeirinho e viraria um leão. Eu queria que isso acontecesse, só para ver o que aconteceria com este país.

  • É chato ter que falar isso, mas não tenho confiança nenhuma no nosso país.
    A únnica garantia que temos é a corrupção.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.