Foto da menina e o abutre de 1993
Fotos e fatos

Foto da menina e o abutre de 1993

kevin carter - Foto da menina e o abutre de 1993
A foto do abutre e a menina africana foi tirada em uma aldeia na África pelo fotógrafo Kevin Carter em 1993, durante sua expedição ao Sudão para cobrir as tragédias causadas pela guerra civil na região. Essa foto é usada até hoje como símbolo do descado humantário na web e utilizado para conscientização popular. Com esta foto Carter ficou mundialmente famoso quando sua foto foi vendida ao NY Times em março de 1993. Um ano após lhe foi concedido o prêmio Pulitzer em 1994 o maior prêmio do Jornalismo. Segundo o fotógrafo, ficou esperando 20 longos minutos o abutre abrir suas asas, coisa que não aconteceu, quando sua consciência  mandou expulsar o  abutre que cercava a menina esperando ela morrer de fome, porém já era tarde demais. Kevin foi duramente criticado por deixar a menina ali morrendo, ao invés de ajudá-la. Kevin entrou em depressão e em 27 de Julho de 1994, se suicidou aos 33 anos de idade no auge de sua carreira.
3eed6 foto premio urubu crianca - Foto da menina e o abutre de 1993

Deixando uma carta com os dizeres:

LEIA TAMBÉM  Antepassados: Como eram as pessoas antes de nós?

 

“Estou deprimido… Sem telefone… Sem dinheiro para o aluguel.. Sem dinheiro para ajudar as crianças… Sem dinheiro para as dívidas… Dinheiro!!!… Sou perseguido pela viva lembrança de assassinatos, cadáveres, raiva e dor… Pelas crianças feridas ou famintas… Pelos homens malucos com o dedo no gatilho, muitas vezes policiais, carrascos…”

Kevin Carter 13 de setembro de 1960 – 27 de julho de 1994

 

Por Mídia Interessante

 

LEIA TAMBÉM  As 50 melhores fotos de casais de 2017

2 Comentários

  • Parece cruel ficar sentado observando, mas não acho que ele seja culpado pelo que aconteceu a menina.
    Certa vez entrou um besouro pela janela voando rápido que nem um condenado, bateu na parede e ficou de pernas pro ar naquela posição tipica desses animais.
    Então pensei que quando Hitler ordenou que fizessem o “carro popular alemão” (e como o idealizador do feito havia corrido que nem um condenado por ser judeu), falou a Ferdinand Porsche e outros algo do tipo:

    “- O carro popular alemão deve ter o formato priveligiado da natureza, de algum animal que seja agil e gaste pouca energia, como um besouro…”

    Nesse momento eu estava pensando o quão ridiculo era o pensamento de hitler, quando o besouro derrepente se enrosca numa teia de aranha e rapidamente é atacado por uma temida aranha marrom.
    No reflexo, tentei salva-lo, mas já era tarde demais. A aranha havia o picado e borrifado seu forte ácido restando apenas o sacrifício. Resultado: uma aranha E um besouro mortos!
    Aquela batalha, a sobrevivência daquela menina, estava visivelmente perdida. Mas talvez essa foto seja um dos grandes trunfos para talvez um dia vencer a guerra contra a fome.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.