2008: Invasão brasileira no ORKUT
Opinião

2008: Invasão brasileira no ORKUT

orkut logo foto - 2008: Invasão brasileira no ORKUT
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Quem pensou que o ORKUT foi um fenômeno em todo o mundo em 2008 está muito enganado, a ascensão deste tipo de site de comunidades foi um fenômeno mesmo só no Brasil. O próprio funcionário da Google, o idealizador e criador do site, não imaginava tamanha expansão na terra do samba. Os brasileiros comandavam o ranking de profiles (perfis) do site. Eram 72% de brasileiros, 11% de americanos, 17% outros, e o número de brasileiros poderia ser bem maior, ainda se observarmos que o estados norte-americano da Flórida e Califórnia; os dois estados americanos com um maior número de “orkuteiros” tem um numero assombroso de brasileiros, e que ao fornecerem seus respectivos dados no site se cadastravam como o pais de origem: EUA; sem falar em outras nacionalidades que os brasileiros costumavam não colocar o Brasil como pais de origem. Os poucos estrangeiros que há no Orkut, dificilmente não tevê um amigo brasileiro adicionado.

 

O Brasil e o Orkut

 

 

91e14 garota brasileira orkut bandeira brasil linda - 2008: Invasão brasileira no ORKUT
Esse tipo de site, que parecia ser um fenômeno da Internet, onde podia-se achar parentes e amigos que não se vê há anos, sempre manter contato com suas amizades, por outro lado foi uma grande página de diário da vida aberta, pois mostravam, o que você fez, deixou de fazer, durante a semana, o que a pessoa gostava e deixava de gostar, foi um super espaço para o bisbilhoteiros. Agora se pensarmos pelo lado de que o brasileiro é um povo alegre que tem sua vida como um livro aberto mesmo e não tem o conservadorismo empacado do povo americano e europeu, pode se chegar a um consenso porque esse fenômeno só ocorre no pais mais industrializado da América latina , que mesmo com todos os problemas de um país de 3º mundo, sempre está apto para novas amizades e relacionamentos com pessoas desconhecidas.
Comunidades que foram criadas por um público especifico e uma língua especifica, como Suíços, Poloneses, Americanos, são rapidamente tomadas pelos brasileiros. Muitos brasileiros usufruem comunidades de outros países que lhe agradam. Para alguns “gringos” o Orkut foi a disseminação do Português no mundo, o que mais não agrada o estrangeiro é o fato dos brasileiros postarem suas opiniões, seus gostos, em português, sempre que se vai a uma comunidade exclusiva em inglês. o que é pior, tanto que os poucos estrangeiros no Orkut já estavam cansados de ler português e não entender nada. É por isso, que muitas comunidadesforam criadas pela “anti invasão” brasileira no ORKUT; comunidades como o WTB (The Crazy brazilian invasion), Many brazilians in ORKUT, e outras querem que o número de brasileiros aumente.
Porque tanta raiva de postar frases em português? Simplesmente pela cultura, principalmente a norte-americana, digo, estado-unidense, quando o imperialismo em escrever em inglês é hegemônico no mundo, nos fazem pensar que temos que escrever inglês também. Esse fato é muito repercutido em salas de chat (bate-papo) americano; ao entrar em uma sala dos Estados Unidos já está comunicado “é obrigatório escrever em inglês, caso contrario você será banido da sala”. É assim que acontece com muitos estrangeiros que tentam se globalizar, se comunicando com um estado-unidense, pois adivinhe qual o único pais que desobedece, e tecla sua língua de origem?
 Os internautas americanos pegaram digamos “raiva” das provocações dos brasileiros por esses detalhes. Pois imagine se todas as pessoas de todas as línguas descrevessem seu respectivo idioma, chats de bate papo iria virar uma verdadeira Torre de Babel.
Esta grande sacada do Brasil na era da digitalização, é um grande passo para pelo menos termos nosso lugarzinho ao sol mediante o mundo moderno, mas não necessariamente precisamos desrespeitar o espaço dos outros. E com certeza continuar a usufruir da Internet mais que os EUA, já é uma pequena conquista mediante esse mundo globalizado.

c5a1e google orkut brasil - 2008: Invasão brasileira no ORKUT

 

LEIA TAMBÉM  Artigo: O Brasil e o seu complexo de inferioridade