Música Vídeos

Maria Bethânia e sua incrível interpretação em envolver música e poesia

Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante maria-bethania-2 Maria Bethânia e sua incrível interpretação em envolver música e poesia Música Vídeos  música e poesia
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Ela tem o hobby em teatro, música e poesia. Seu nome completo segundo o Wikipédia e seu R.G é Maria Bethânia Viana Teles Veloso, nasceu na cidade de Santo Amaro, 18 de junho de 1946. Na juventude Maria Bethânia participou de peças teatrais ao lado do irmão, o cantor Caetano Veloso.

Vendeu mais de 26 milhões de discos ao longo de mais de 50 anos de carreira, Bethânia foi eleita em 2012, pela revista Rolling Stone Brasil, como a quinta maior voz da música brasileira.

Em suas apresentações tem o costume de envolver a arte da música com poemas de diversos autores. Uma canção marcante foi em uma apresentação 25 anos em Portugal, quando recitou um poema do brasileiro Fausto Fawcett é um grande entusiasta da cultura popular, e o demonstra por intermédio de sua vasta gama de influências musicais e literáriaNa ocasião ela recitou o poema “Disco  Voador” e cantou a música “Tocando em Frente” é uma canção dos cantores e compositores brasileiros Almir Sater e Renato Teixeira, que foi gravada pela primeira vez por ela mesma em 1990.

 

 

+ LETRA TOCANDO EM FRENTE

Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante maria-bethania Maria Bethânia e sua incrível interpretação em envolver música e poesia Música Vídeos  música e poesia

S11 ARQUIVO 06/03/2015 CADERNO2 fotos do show ‘Abraçar e Agradecer’, de Maria Bethânia FOTO Alexandre Moreira

música e poesia

Eu estou sempre aqui, olhando pela janela não vejo arranhões no céu nem discos voadores. Os céus estão explorados mas vazios. Existe um biombo de ossos perto daqui.
Eu acho que estou meio sangrando. Eu já sei, não precisa me dizer. Eu sou um fragmento gótico. Eu sou um castelo projetado. Eu sou um slide no meio do deserto. Eu sempre quis ser isso mesmo. Uma adolescente nua, que nunca viu discos voadores, e que acaba capturada por um trovador de fala cinematográfica.
Eu sempre quis isso mesmo: armar hieróglifos com pedaços de tudo, restos de filmes, gestos de rua, gravações de rádio, fragmentos de TV. Mas eu sei que os meus lábios são transmutação de alguma coisa planetária.
Quando eu beijo eu improviso mundos molhados. Aciono gametas guardados. Eu sou a transmutação de alguma coisa eletrônica. Uma notícia de Saturno esquecida, uma pulseira de temperaturas, um manequim mutilado, uma odalisca andróide que tinha uma grande dor, que improvisou com restos de cinema e com seu amor, um disco voador.
Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante Fausto-Fawcett Maria Bethânia e sua incrível interpretação em envolver música e poesia Música Vídeos  música e poesia
Fragmentos do texto “Disco Voador” por Fausto Fawcet