Cotidiano Televisão

O Universo da Dublagem

Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante dublagem-gisele-bundchen O Universo da Dublagem Cotidiano Televisão  dublagem no mundo
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

O termo “dublagem” vem do francês “doublage” que significa duplicação de voz, o termo, mesmo por ser gringo, já esta no dicionário português, assim como aconteceu  com a palavra “estresse” derivado de “stress”. Os primeiros filmes sonoros apareceram em 1925, mas o cinema começou a “dublar” somente em 1927 com o filme “The Jazz Singer – O Cantor de Jazz” que incluía algumas falas, porém o primeiro filme totalmente dublado foi “Luzes de Nova York” lançado em 1929. O recurso da dublagem permitiu o aprimoramento da qualidade sonora dos filmes, visto que os equipamentos de filmagens eram extremamente barulhentos, o que nem sempre permitia uma boa captação do som. Foi também uma boa solução para as tomadas externas em condições adversas.

DUBLAGEM NO MUNDO

Alguns países não tem o costume da dublagem para cinema, deixando a dublagem somente para desenhos animados, no qual não precisa um estudo detalhado da fala dos persongens, ao contrário de filmes, por exemplo. No Reino Unido, a maioria dos filmes de língua estrangeira é legendada, embora a maior parte dos filmes de animação e programas de TV são dublados em inglês. Na França, filmes e séries de TV são sempre lançadas com dublagem em francês para veiculação na TV, embora também estejam disponíveis no idioma original com legendas em francês.A dublagem Russa e Turca por exemplo são consideradas uma das piores do mundo, pois eles não tem o encaixe de voz e sim diminuem o som original e os dubladores vão falando por cima, o nome do sistema utilizado é “voice-over,” é horrível. 

DUBLAGEM EM PORTUGAL

Em Portugal, por exemplo, os filmes sendo em tv`s a cabo ou abertas, são legendados e não dublados, isto se levou devido os costume de Portugal a ler legendas, no qual muitos afirmam que o som original estrague a ambientação do filme. Por outro lado alguns especialistas dizem que um filme legendado implica na melhoria da população em geral a aprender melhor outro idioma, no caso o inglês e demais línguas.

Segundo informações do Wikipédia quanto à televisão, na estação pública RTP, as produções estrangeiras são habitualmente exibidas na língua original com as respetivas legendas, sendo exemplo disso a série Os Simpsons. No entanto, ao contrário das séries e filmes para adultos, na SIC, as séries infanto-juvenis, como os Power Rangers, Arrepios ou O Mundo de Patty foram já transmitidas numa versão portuguesa, tal como aconteceu com as telesséries Dawson’s Creek e Hannah Montana exibidas pela TVI.

Em 1948, uma lei do Governo Salazar proibiu a dublagem para o português de Portugal, como uma forma de proteger a indústria cinematográfica nacional. Mas se no começo era para ser uma coisa boa acabou atrapalhando, cada vez mais e mais, folhetins em línguas estrangeiras eram lançados e muitos pais portugueses “sofriam” em ter que colocar desenhos em “inglês” para suas crianças. Outra maneira era colocar desenhos animados dublados em ‘brasileiro” mesmo. Somente a partir de 1994 realizou-se a primeira dublagem portuguesa de um filme da Walt Disney: O Rei Leão, que por sinal muito bem feita. Hoje em dias grandes produções já são dubladas para as crianças, com uma ótima qualidade audiovisual, como por exemplo recentemente a Frozen.

A versão e dublagem portuguesa de Frozen foi considerada melhor que a versão brasileira, o único problema ficou por conta das contradições das letras enquanto em Portugal a  Frozen canta “Já passou” , no Brasil ela canta “Livre estou.”

 

 

 

“Let it go” Frozen em 25 línguas (Seleção Disney)

DUBLAGEM BRASILEIRA

O Brasil é considerado uma das melhores escolas de dublagem do mundo, seja pelo fato do sotaque brasileiro ser mais aberto, ou pelo fato de que no Brasil se especializou com ótimas técnicas de encaixe simultânea da boca com a voz original. Os estúdios ALAMO e HEbERT RICHER`s foram de suma importância para a evolução da dublagem brasileira. Mesmo para a escola brasileira, em filmes chineses, considerados muito difíceis para se dublar, estúdios de dublagens, utilizam de uma dublagem iludida, ou seja o dublador não tem obrigação para acompanhar o movimento da boca. A dublagem brasileira nos últimos anos vem perdendo muito com estúdios fora do Brasil e pessoas sem formação especifica.

Os filmes brasileiros já contavam com a dublagem para corrigir a precariedade do equipamento de som disponível nas produções da década de 1940 e 1950 e tornou-se natural fazer o mesmo trabalho para os filmes estrangeiros. Com o sucesso da televisão, a necessidade de dublagem para a tela pequena se tornou imperativa e aos poucos os brasileiros se acostumaram à ideia, quase inconcebível na época, de grandes astros de Hollywood falarem português. No vídeo abaixo veja um documentário – Universo da dublagem.

DOCUMENTÁRIO – UNIVERSO DA DUBLAGEM

Desde 11 de novembro de 2009 os créditos para os dubladores no Brasil são obrigatórios por lei, Lei nº 12.091.

LEIA MAIS

+Brian Hull canta música “Hello” de Adelle com personagens da Disney e Pixar

+Guilherme Briggs um dos melhores dubladores do Brasil

+Wendel Bezerra analisa comentários de WhindersonNunes sobre a dublagem brasileira

+Você sabe quem é o dublador do Pato Donald no Brasil?

“O Goku mudou minha vida!”

 

 

Por Mídia Interessante com informações do Wikipédia e MaximalStudios