Opinião

34% dos brasileiros se preocupam mais com a Lava Jato do que com o desemprego

Fotos, Curiosidades, Comunicação, Jornalismo, Marketing, Propaganda, Mídia Interessante corrupcao 34% dos brasileiros se preocupam mais com a Lava Jato do que com o desemprego Opinião
Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais

Corrupção é a maior preocupação da população neste momento. Mas 42% acreditam que o país vai melhorar após impeachment

O combate à corrupção no país é a maior preocupação dos brasileiros, segundo uma pesquisa exclusiva feita pelo Instituto QualiBest, pioneiro em pesquisas online do Brasil. O estudo, realizado este mês com 1.265 internautas, mostrou que para 34% dos entrevistados, as investigações da Lava Jato devem continuar no mesmo ritmo em que vinham sendo feitas antes do impeachment. A pesquisa foi feita com homens (48%) e mulheres (52%) do Brasil todo, a maioria da classe B (55%), seguida pela classe C (29%) e classe A (16%).
A preocupação com o desemprego aparece em segundo lugar no levantamento: 25% dos internautas escolheram como prioridade combatê-lo, mesmo que isso signifique deixar a inflação elevada por mais tempo. A última prioridade dos internautas, com 6%, é o combate à inflação, mesmo que isso signifique manter por algum tempo os juros altos e o desemprego.Em outra pesquisa sobre política feita pela QualiBest, foram entrevistados 1330 pessoas, a maioria de classe B (47%), seguida por classe C (40%) e A (13%). Neste estudo 42% acham que o país vai melhorar depois do impeachment, enquanto 25% acreditam que vai piorar – e 32% acham que tudo continuará igual. “Outro dado em destaque é a mudança de opinião com relação aos partidos e candidatos, após o início da operação Lava Jato: 40% disseram manter as mesmas preferências; 31% afirmaram que mudaram completamente de opção e outros 29% mudaram em parte”, diz Daniela Malouf, sócia diretora da QualiBest.

Com o acirramento do debate político, em apenas dois meses, de março a maio desse ano, houve um aumento de 78% para 85% no número de pessoas que falam mais sobre política. E com essa crescente divisão de opiniões, os formadores de opinião e celebridades estão se posicionando cada vez mais politicamente: 75% dos entrevistados são a favor dessa atitude e somente 24% deles deixam de admirar um artista, ou de assistir seu programa, ou mesmo de escutar sua música porque sua opinião é diferente das deles.

Para se manterem informados, metade dos internautas acompanham colunistas e blogs políticos e 72% estão assistindo mais televisão: 29% na TV aberta; 18% na TV paga; e 25% em ambas.

A pesquisa completa está no arquivo em anexo.

Fonte: Instituto QualiBest (Circular Comunicação)